A iluminação correta pode dar um charme ainda maior ao seu ambiente.

25 Set

O erro mais comum cometido na hora de escolher a iluminação é não pensar nela antes de analisar todo o ambiente como dimensões, funcionalidade, finalidade do espaço e cores predominantes. Um bom projeto de arquitetura está diretamente ligado a um bom plano de iluminação.  Definindo esses pontos é possível saber o que e como iluminar.

O primeiro passo é escolher o fluxo luminoso, decidir se a luz deve ser distribuída de forma difusa (ambiente iluminado por igual) ou dirigida (um ponto focal). A sala de jantar, por exemplo, deve ter iluminação em todo ambiente, mas com um ponto focal para mesa principal.

Próxima etapa refere-se ao tipo de iluminação, sendo ela direta com ponto de luz visível ou indireta sem que se veja o ponto de luz. Em ambientes de trabalho deve-se evitar o ponto de luz totalmente aparente, principalmente se a luz utilizada for a fluorescente, que causa ofuscamento na vista.

A parte mais complicada está no que diz respeito ao tipo de luz utilizada, já que o mercado disponibiliza vários tipos. Listamos as mais utilizadas e suas características principais:

Lâmpadas incandescentes comuns: a luz emitida por ela é decorrente do calor que a corrente elétrica produz ao percorrer seu filamento. Tem luminosidade amarelada e com alto consumo de energia. As comuns que não atendem aos níveis mínimos de eficiência energética não podem mais ser produzidas ou importadas pelo Brasil. O processo de substituição é gradativo e pode durar até 2017.

Lâmpadas incandescente halógenas: compostas por um filamento de tungstênio envolto por um bulbo que contém um halogêneo, produz um efeito de luz amarelada e alto consumo de energia. São mais duráveis se comparadas as incandescentes comuns, porém emitem bastante calor.

Lâmpadas fluorescentes: a emissão da luz é consequência da ativação dos pós fluorescente através da energia UV gerada por uma descarga de mercúrio. Podem ser encontradas com o efeito amarelado ou branco azulado, variando sua temperatura de acordo com a cor. São mais duráveis e econômicas se comparadas às incandescentes comuns e halógenas.

Lâmpadas Led: tem alta durabilidade, seus componentes eletrônicos geram luz com um baixo consumo de energia. Assim como as florescentes sua temperatura varia de acordo com a cor, que pode ser amarela ou branca azulada. Quando comparadas com às fluorescentes e incandescentes tem o custo mais elevado.

Newsletter :.

Quer receber as novidades da
Villa Pietra?

Continuar

Recentes :.

- Saiba como pequenas mudanças podem renovar seu ambiente - Saiba como diferenciar os variados tipos de porcelanatos - Saiba como refrescar sua casa nesse verão

Arquivo :.

© 2014 Villa Pietra - Pisos e Revestimentos | Todos os direitos reservados