O universo das cortinas

30 Jan

Pensar no estilo da decoração, no tamanho do espaço e na praticidade do ambiente, está diretamente ligado a escolha certa de uma cortina. A primeira coisa que se deve definir é para qual finalidade estamos usando o objeto: incorporar a decoração, trazer mais aconchego, bloquear a luz natural, esconder falha na janela, e por aí vai. Para cada objetivo haverá várias opções.

Cortinas em tecido devem acompanhar o tema do ambiente. Tecidos leves e transparentes em tons vibrantes e estampados são indicados para quem optou por um ar mais contemporâneo. Se a proposta for algo mais clean, use tecidos com pouco volume, como linho e algodão, e em cores discretas. Tecidos encorpados, estilo veludo e camurça, devem compor ambientes com decoração clássica. Existem ainda os ambientes vintage que pedem cortinas delicadas e românticas, com estampas pequenas, cores pastel e florais.

O veludo e a camurça são perfeitos na hora de bloquear a claridade e trazer mais calor para o ambiente. Já tecidos mais leves trazem frescor e leveza, porém podem precisar de um blackout para vedar a luz, caso sejam instalados em quartos.

Cores escuras tendem a diminuir o espaço mas traz aconchego, enquanto os neutros dão a sensação de amplitude e suavizam a decoração. Para que o ambiente não fique carregado ou enjoativo, prefira estampas pequenas e neutras ou detalhes na lateral e base da cortina.

No mercado existem duas opções, podendo usar varão ou trilho. A primeira opção fica exposto e pede o uso de argolas, alças ou ilhós, por onde a cortina corre, algumas vezes com dificuldade. No segundo caso, o tecido desliza com mais facilidade porém seu visual é pouco atrativo, por isso fica embutido em cortineiros.

Outro ponto que merece atenção é o comprimento. Modelos longos que vão do teto ao piso servem para alongar o ambiente. Cuidado redobrado para não deixá-las muito curta, dando a impressão que faltou tecido, ou longas demais, arrastando no chão e sujando com facilidade.

Os modelos mais curtos são mais utilizados em cozinhas e salas de refeições, ou ainda em janelas que tem móveis posicionados abaixo. Esse tipo de modelo deve deixar ao menos 10 cm de tecido de cada lado para garantir o acabamento.

 

Newsletter :.

Quer receber as novidades da
Villa Pietra?

Continuar

Recentes :.

- Saiba como pequenas mudanças podem renovar seu ambiente - Saiba como diferenciar os variados tipos de porcelanatos - Saiba como refrescar sua casa nesse verão

Arquivo :.

© 2014 Villa Pietra - Pisos e Revestimentos | Todos os direitos reservados